Limpeza do banheiro e suas peculiaridades: o que você pode estar deixando passar

limpeza do banheiro

Ao pensarmos na limpeza do banheiro, pontos específicos costumam aparecer em nossas cabeças. Mas será que estamos tomando o cuidado necessário com a limpeza do banheiro? Será que sabemos mesmo quais são todos os pontos que exigem nossa atenção? Muito provavelmente você está tomando várias decisões erradas.

Limpeza do banheiro: o quão sujo ele pode estar?

Preste bem atenção nos itens a seguir! Dizem respeito a hábitos comuns, mas também à própria limpeza do banheiro, que pode estar tendo o efeito contrário do que você pensa.

Superfícies ao redor do vaso sanitário

Sabia que ao dar descarga você está espalhando partículas de água da privada pelo banheiro? Tudo em uma distância de 2 metros está suscetível a ser atingido por essas partículas. Inclusive a sua escova de dentes! Então, sempre lembre de fechar a tampa do vaso sanitário antes de dar descarga.

Toalha

Pense duas vezes antes de reutilizar sua toalha muitas vezes. Toalhas úmidas criam um terreno ideal para bactérias. Portanto, reutilizá-la pode colocar os germes de volta em seu corpo. Recomendamos lavar a toalha pelo menos uma vez por semana. Usar aquecedores de toalhas ou colocá-la para secar após o banho (fora do banheiro) também pode ajudar. Assim, minimiza-se a umidade necessária para o crescimento das bactérias.
O mesmo serve para a toalha para mãos e para as esponjas utilizadas durante o banho.

A umidade

Não é apenas nas toalhas que podemos encontrar umidade no banheiro. Muito pelo contrário. Especialmente quando tomamos banhos quentes. O banheiro fica cheio de vapor e depois a água se condensa, ou seja, volta ao seu estado líquido. O problema é que essa condensação é sinônimo de umidade. Ela, por sua vez, pode causar mofo e bolor, sem falar que a pintura do local pode descascar. Além disso, as bactérias em geral também adoram ambientes quentes e úmidos.
A melhor solução para isso é evitar os banhos quentes, abrir as janelas para deixar o ar circular ou usar um ventilador, não deixar a toalha molhada dentro do banheiro etc. Além de, é claro, uma limpeza profunda do seu banheiro. Isso garante que as bactérias não possam crescer e se desenvolver.

Com o que você limpa o seu banheiro?

Muitas pessoas utilizam a mesma esponja para limpar o chuveiro, os espelhos, a pia e o vaso sanitário. Portanto, a chance de se estar espalhando micro-organismos por toda a parte ao invés de limpá-los é muito alta. Isso pode ser evitado utilizando um material diferente para a limpeza de cada superfície do banheiro.
Se não for possível, quando terminar de esfregar, dê uma boa enxaguada na esponja e coloque-a no micro-ondas ou na máquina de lavar louça. Foi descoberto que o micro-ondas mata 99,999% das bactérias. Enquanto colocá-la em uma máquina de lavar louça com um ciclo de secagem aquecido mata 99,998% das bactérias.
Além disso, é aconselhável limpar do alto para baixo. Começando pelas superfícies mais limpas.

Suas mãos

Todo mundo sabe que lavar as mãos é uma das maneiras mais eficazes para se evitar ficar doente. Além de evitar espalhar bactérias por todos os lugares. O problema é que a maioria das pessoas não lava as mãos por tempo suficiente para matar a maioria dos germes. Dessa forma, não há limpeza cuidadosa de banheiro que impeça a proliferação dos micro-organismos. Inclusive pelas outras partes da sua casa.
Você deve gastar pelo menos 20 segundos lavando as mãos.

Chão do banheiro

De acordo com um estudo recente, o piso de um banheiro abriga 2 milhões de bactérias por polegada quadrada. Isso é cerca de 200 vezes mais que a superfície do vaso sanitário. Que é onde a limpeza do banheiro costuma se concentrar mais. o chão é, portanto, a superfície mais suja do banheiro.

limpeza do banheiro
Imagem: Shutterstock

Por que ter um banheiro limpo é tão importante?

Muitos dos micro-organismos encontrados no banheiro podem ser prejudiciais à saúde. Então, na verdade, não basta manter o banheiro limpo ao alcance dos seus olhos. É preciso fazer uma limpeza que também mate os micro-organismos do seu banheiro.
Um banheiro sujo pode afetar pessoas que sofrem de problemas respiratórios. Afinal, a inalação de fungos e poeira pode agravar problemas de saúde em doenças como DPOC, asma, bronquite crônica, pneumonia, etc.
Além disso micro-organismos podem viver nas superfícies do banheiro por uma semana ou mais. Por isso, é importante manter o banheiro limpo. Isso significa limpar as superfícies diariamente com produtos que agem sobre as bactérias. Como vinagre, água sanitária ou produtos de limpeza antibacterianos. É preciso prestar atenção especial às superfícies do vaso sanitário, banheira, pia e todas as alças e torneiras.
Micro-organismos prejudiciais encontrados em banheiros são:

  • Vírus que podem causar desconforto intestinal. Estão inclusos E. coli, norovírus, salmonella etc;
  • Bactérias e fungos: estafilococos, fungo de pés de atleta, mofo, bolor, estreptococos e muitos outros.

limpeza do banheiro
Imagem: Shutterstock

Nós utilizamos o banheiro para nos mantermos limpos. Ou ao menos essa é a ideia. Então, tenha certeza de que seja o que realmente acontece na sua casa. Faça a limpeza do seu banheiro com cuidado. Aplique as dicas vistas até aqui com eficácia!
Mas sabemos também que muitas pessoas já não têm tempo disponível para fazer esse tipo de coisa. Muito menos limpezas diárias. Portanto, se for o seu caso não hesite em contratar um profissional para a limpeza da sua casa. Mas tenha certeza de que seja alguém competente e qualificado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *