Cuidados para tomar ao fazer a dedetização do ambiente

dedetização

A dedetização é uma medida necessária para combater infestações, mas ela é motivo de preocupação para muitas pessoas. A principal razão para isso são os perigos causados pela exposição ao veneno, especialmente para crianças, grávidas e animais domésticos.
Se esse é o seu caso, não deixe de conferir nossas dicas de como se preparar para uma dedetização e como agir logo depois de retornar à sua residência ou estabelecimento comercial.

Quando dedetizar?

A recomendação geral é que uma dedetização de rotina seja realizada a cada 5 ou 6 meses. Você também deve procurar ajuda quando novas pragas urbanas começarem a aparecer (como escorpiões) ou quando mais insetos surgirem.
O primeiro passo é se certificar que a dedetização da casa é realmente necessária. Uma empresa especializada também pode ajudar nessa decisão. Caso a presença de pragas não esteja tão alastrada, outras medidas mais simples podem ser adotadas. Existem processos menos tóxicos e mais ambientalmente corretos para lidar com pragas urbanas. A adoção dessas medidas é mais barata e mais rápida.
É normal nos depararmos com uma alta de dedetizações no verão, a estação mais quente do ano. Isso acontece por que as baratas realmente marcam presença na época. Caso esteja sofrendo com esse problema, consulte um profissional especializado, ele poderá auxiliar a analisar o problema.
Por outro lado, o controle de pragas precisa ser feito com muito mais cautela em estabelecimentos comerciais, afinal, centenas ou milhares de pessoas circulam nesses locais. A alta circulação de clientes torna os prédios comerciais um grande foco para transmissão de doenças causadas por pragas urbanas.
Em empresas, comércios e afins a dedetização é obrigatória a cada 3 meses. Também é necessário que ela seja feita por uma empresa do ramo. É importante se atentar ao fato de que nem todas as empresas de limpeza possuem autorização para realizar esse serviço. Na Limpecom, nós possuímos expertise e garantimos a qualidade da sua dedetização.

Vou dedetizar, e agora?

Se você se enquadrou nas situações em que há necessidade de dedetização, não se preocupe! Com planejamento e cuidado, certamente terá resultados satisfatórios e terminará o processo sem qualquer problema.
O primeiro passo é se certificar se o procedimento será realizado com pulverização ou gel. Os dois métodos exigem cuidados um pouco diferentes, portanto, é melhor ficar informado. A seguir, relacionamos algumas recomendações gerais, mas você sempre deve verificar com a equipe que irá realizar a dedetização, pois o tempo para retornar ao imóvel pode ser variável.

Pulverização

  • Embalar remédios de maneira minuciosa para que não tenham contato com os gases;
  • Embalar eletrônicos de acordo com as especificações dos fabricantes;
  • Retirar plantas e animais domésticos do ambiente;
  • Embalar e proteger itens com os quais os moradores tenham maior contato;
  • Retirar maquiagem, utensílios de cozinha, alimentos e afins de superfícies que ficarão expostas durante a dedetização;
  • Desligar sistemas de ventilação como ar-condicionado, tubulações de ar ou ventiladores;
  • Retornar ao local após, no mínimo, 4 horas (para adultos, saudáveis, sem comprometimento imunológico);
  • Retornar ao local após, no mínimo, 24 horas (para crianças, idosos e grávidas);
  • Esperar por 24 horas para reintegrar ao local os animais domésticos e plantas.

Atenção especial

Algumas pessoas se esquecem do fato de que peixes são animais domésticos. Eles também são muito sensíveis aos produtos usados no processo de dedetização, portanto, devem ser retirados.
Além disso, é recomendado fazer uma limpeza no local para melhor fixação do produto na residência. O produto pode se fixar nas partículas de poeira e ter seu efeito comprometido, caso o ambiente não esteja limpo. Se a situação do cômodo ou estabelecimento for delicada ao ponto de não ser possível o acesso, considere a contratação de uma equipe especializada.
Você também pode (e deve) indicar à equipe que irá realizar a dedetização os locais mais atingidos pelos insetos. Dessa forma ela poderá direcionar mais atenção a eles.

dedetização
Imagem: Shutterstock

Gel

Por outro lado, a dedetização feita com gel é bem mais tranquila. O produto é aplicado localmente e não se alastra pela casa. Há casos em que apenas animais domésticos e crianças são retirados do local. Por ficarem curiosos com o “novo objeto”, correm o risco de entrar em contato com as porções de gel espalhadas pela casa.
Em qualquer cenário, porém, verifique se a equipe técnica possui recomendações mais específicas para o seu caso.

Escolha

Na hora de escolher a empresa, certifique-se de que ela possui a licença para realizar o procedimento. Além disso, é importante notar que o produto usado para ratos não é o mesmo usado para baratas ou formigas. Suspeite de simplificações extremas sobre o processo e contrate profissionais de confiança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *